Written by

PSYCHO KILLER – QUE QUE CÊ QUÉ?

Trivia| Views: 219

Quem não gosta de uma lenda urbana?


Sempre me pego cantarolando essa música, principalmente a parte do fa fa fa fa fa fa fa fa fa (são nove fa-fas!). Adoro essa versão de 1980.


Outro dia me contaram uma história assustadora sobre a origem da música. Copiando quase direto de alguns sites temos a seguinte história:

Uma mulher que morava com seus dois filhos numa cidadezinha dos Estados Unidos começa a receber ligações de um desconhecido. Ela tentava saber quem era, mas o sujeito só dizia “fa fa fa fa fa fa fa fa fa” e desligava o telefone. Como as ligações ficaram frequentes, a mulher pediu ajuda da polícia que grampeou o seu telefone para identificar a origem dessas ligações. Um dia, mais uma vez o telefone toca e o cidadão está lá do outro lado repetindo as sílabas. Ela desliga, mas o telefone toca imediatamente. Era a polícia dizendo para ela sair correndo porque a ligação tinha vindo de dentro da casa dela. Em pânico, ela desce as escadas e topa com seus filhos enforcados.

O assassino nunca foi encontrado.

UHHHHHH….. aterrador….

Seria, se fosse verdade.

Na realidade, David Byrne escreveu essa música alguns anos antes dela ser gravada e sair no primeiro disco homônimo dos Talking Heads , de 1977, com a intenção de fazer uma música lúgubre ao estilo Alice Cooper, com influência do personagem Norman Bates de do filme Psicose de Alfred Hithcock. Mas acabou saindo uma coisa mais cabeça, mais ao estilo de Byrne.

Ele mesmo, Byrne (não Alice ou Alfred) acabou achando a música meio besta e não botava muita fé nela. Mas como a opinião do público nem sempre vai de encontro com a expectativa do artista, Psycho Killer acabou sendo o primeiro grande hit da banda.

Pois é… a história pode não ser tão divertida como a lenda.

Agora, o que pouca gente sabe, é que os Talking Heads usaram uma referência explícita de Ottis Redding e seu clássico “Fa-Fa-Fa-Fa-Fa (Sad Song)”.

Então, vamos encerrar aqui com Ottis e seus muitos fa-fas.

Comentários

comentários

Comments are closed.